Acupuntura

É uma terapêutica milenar que utiliza agulhas, moxas e outros instrumentos para liberar substâncias químicas no organismo com efeito analgésico e/ou anti inflamatório e assim, aliviar dor e outros sintomas decorrentes de determinadas doenças.

A acupuntura tem sido, ao longo dos anos, um recurso terapêutico eficaz no tratamento da dor. Mas não é só. Por meio dela é possível tratamento e cura de diversas doenças dos sistemas musculoesquelético, respiratório, neurológico e digestório, além de auxiliar no tratamento da obesidade, da depressão e do estresse e também de algumas afecções dermatológicas.

A palavra acupuntura deriva do latim acum, que significa agulha, e punctum, que significa picada ou punção. Em japonês a acupuntura é denominada de Shin-Kyu e em chinês de Zhen-Jiu. Em ambos os idiomas, esses dois termos significam literalmente agulha e moxa, e não apenas agulha como na tradução latina. No entanto, o termo acupuntura ficou consagrado pelo uso.

Indicações:

A Organização Mundial da Saúde lista mais de 40 doenças para as quais a Acupuntura é indicada.

Para os chineses tradicionais existem cerca de 300 doenças tratáveis por Acupuntura, entre elas, sinusite, rinite, resfriado, faringite, amigdalite aguda, zumbido, dor no peito, palpitações, enfizema, bronquite crônica, asma brônquica, alterações menstruais, cólica menstrual, lombalgia durante a gravidez, ansiedade, depressão, insônia, mal-estar provocado pela quimioterapia, dores associadas com câncer, tendinites, fibromialgia, dores pós-cirúrgicas, síndrome complexa de dor regional, dermatites, gastrite, úlcera gástrica, úlcera duodenal, colites, diarréia, constipação, cefaléias, enxaqueca, paralisia facial, seqüelas de acidente vascular cerebral, lombalgia, ciatalgia, artrose, artrite, entre tantas outras.

Benefícios:

Vantagens da Acupuntura incluem a rapidez dos resultados (com o paciente saindo de uma consulta sem dor ou com ela diminuída), ausência de efeitos colaterais se comparado a medicamentos, a diminuição do uso de medicamentos tanto para casos agudos quanto para os de uso contínuo, e também em sua segurança.

A Acupuntura não apenas aliviará a dor, mas também reduz o espasmo e contratura da musculatura, resultando em aumento da amplitude de movimento. Por exemplo, muitas dores musculares como as lombalgias mecânicas apresentam ótimos resultados após a diminuição da contratura muscular, com o paciente tendo sua dor e contratura tratadas, possibilitando a realização de alongamentos e exercícios visando prevenir novas crises dolorosas.

Auriculoterapia

Compreende o pavilhão auricular como um microssistema onde estão pontos correspondentes a todas as partes, órgãos e membros do corpo, com o estimulo, a informação chega ao cérebro e este manda as substâncias necessárias para o reparo. Esses pontos pondem ser estimulados de diversas maneiras, geralmente é mais conhecido pelas sementes, também as agulhas e esferas de prata ouro e cristal são utilizados. O objetivo é tratar os desconfortos e ter estimulo por até 6 dias, é uma terapia que vai embora com você, sendo muito importante em casos intensos de dor. Proporciona bem estar, alivio da dor, trata insônia, diversos tipos de dores , enxaqueca, ansiedade,auxilia no processo de emagrecimento, contribuindo no tratamento antitabagismo …

Terapia Floral

Proporciona ao indivíduo o desenvolvimento de seus potencias positivos internos, ou seja, age sobre as nossas ações, estados emocionais e comportamentais. Sendo muito eficaz nos estados de medo, estresse, ansiedade, agitação, insônia, ciúmes, depressão, pânico, tristeza, angústia, insegurança e preocupações…

As essências florais são extratos líquidos naturais e altamente diluídos de flores, plantas e arbustos, que se destinam ao equilíbrio dos problemas emocionais.

Como os Florais atuam: assim como as outras medicinas naturais, age sobre o individuo e não na doença ou sintomas.

Atuam especificamente no estado emocional da pessoa afetada. O efeito ao tomar os florais não é a eliminação das atitudes negativas, mas a sua transformação em atitudes positivas, estimulando o potencial de auto-cura da pessoa e libertando o organismo. Não precisamos estar fisicamente doentes para beneficiar dos florais. Quando esta passando por dificuldades, fadiga negativismo se instala; os florais são valiosíssimos para repor o equilíbrio antes que os sintomas físicos surjam.

Efeito placebo?

Não mais que qualquer outro tipo de medicamento. Os florais são muito eficazes tanto em animais como em bebês, assim como em pessoas céticas que os experimentam como último recurso. As plantas são também ajudadas pelos florais: os jardineiros descobriram, por exemplo, que a aplicação de Rescue, quando se muda as plantas de vaso, ajuda-as a florir.

Microsemiótica Iridea

A Iridologia Contemporânea (Microsemiótica Iridea) é uma ciência que permite criar um leque fantástico para o crescimento e conhecimento do ser humano, além de nos possibilita mostrar e descobrir várias características de uma pessoa:

Permite detectar os órgãos de choque a indicação de tratamentos adequados e ainda avaliar as necessidades do organismo, com critérios de especificidade como nenhum outro método permite realizar.

A Microsemiótica Íridea tem como objetivo elaborar um programa de desintoxicação e reconstrução do organismo, que é a base do tratamento e que tem por finalidade conscientizar, melhorar as carências nutricionais do indivíduo, melhorando desta forma, sua qualidade de vida, além de prevenir possíveis problemas de saúde que poderiam surgir pela falta de cuidado com a saúde e hábitos…

Um novo campo de consciência surge com o conhecimento da íris. Através disso informações são fornecidas e podemos descobrir como nosso interagente pensa e age, auxiliando no autoconhecimento.

A Microsemiótica Iridea nos apresenta as características inerentes a cada íris humana, registros desde o processo de fecundação até cada passo de nossa existência. Muitas vezes, são acontecimentos ocorridos em nossa trajetória existencial que desencadeiam patologias, brandas ou severas, que se tornam barreiras ao nosso bem viver.

A análise do tecido irídeo, através da Microsemiótica Iridea, revela a memória traumática (AGER – AGEGATE EMOTIONAL RELEASE), com isso na avaliação é possível trabalhar crenças limitantes referentes a si mesmo, sensações de abandono e impotência, imagens agressivas e incontroláveis, acompanhadas de grande sofrimento, compulsões, dificuldades de se expor entre outros..

Fitoterapia

É um recurso terapêutico natural, que utiliza as plantas medicinais. Estas possuem um complexo fitoquímico harmonicamente ponderado interagindo com o organismo e promovendo a homeostasia (equilíbrio orgânico/ corporal). Os fitoterápicos, além da ação química dos princípios ativos, também atuam sobre o campo energético do organismo, guardando certas similaridades com outras terapias energéticas como a acupuntura e a homeopatia que entendem o ser humano como um “Todo” onde, físico, emocional e energético estão intimamente interligados.

Plantas Medicinais:

São plantas conhecidas por seus princípios ativos, capazes de alterar o funcionamento de órgãos e sistemas, restabelecendo o equilíbrio orgânico/ a homeostasia nos casos de enfermidade. As plantas em geral apresentam potenciais ativos, porém muitas não foram estudadas suas potencialidades, tornando desconhecido seu efeito medicinal.

As plantas medicinais são utilizadas para prevenir patologias (doenças), manter e regenerar a saúde. Dificilmente utilizada em crises agudas.

A Planta possui: substância farmacologicamente ativa – os fitocomplexos Princípios Ativos: confere ação terapêutica, estes se distribuem de maneira irregular, devido a especialização das células. Porem essa distribuição pode ocorrer em todas as partes da planta (em algumas espécies) e em outras não.

Segundo sua natureza química se classificam em diversos grupos como:
Vitaminas, Minerais, Proteínas, Amido, Glicídeos, Lipídeos, Alcalóides, Glicosídeos, Essenciais e Resinais, Ácidos Orgânicos e Taninos.

Reflexopodologia Podal

Reflexologia dos Pés é uma técnica de massagem que utiliza a pressão em determinados pontos dos pés.

É uma ciência que estuda os efeitos reflexos do organismo.
Os pés são regiões com alta concentração de terminações nervosas interligadas e distribuídas, correspondentes a cada parte do corpo.

Ao serem estimuladas de maneira adequada, enviam e recebem informações através do Sistema Nervoso. Essas informações têm a função de notificar eventuais desequilíbrios orgânicos ao cérebro, que em seguida promove o restabelecimento do equilíbrio e a volta do funcionamento do organismo, dessa forma devolve o bem estar físico e emocional.

Tem como principal objetivo atuar na prevenção e no auxílio ao tratamento de disfunções do corpo. É utilizada também para re-equilibrar a energia do corpo, reduzir tensões, atingir o relaxamento, melhorar a circulação sanguínea, entre outros..

Os estímulos sensoriais aplicados nessa técnica traz diversos benefícios, tanto aplicada isoladamente como na potencialização de outros métodos.

Fechar Menu